Pesquisando sobre os dinossauros, observei algo que me intrigou:

Apesar do seu tamanho gigantesco, possuem braços proporcionalmente pequenos comparando com o resto do seu corpo. Por este motivo, ao travar uma luta, usa como arma sua cauda comprida em golpes fulminantes. Seus pequenos braços não conseguem alcançar os inimigos; tampouco os amigos.


Perguntei a uma amiga quantas pessoas ela amava e obtive a seguinte resposta:

" Minha mãe, meu filho e minha filha".
 
Não esperava ver meu nome na lista da minha amiga, mas esperava ver, ao menos, seu próprio nome. Pois é, algumas pessoa têm o sentimento do amor do tamanho dos braços dos dinossauros: o amor só vai até onde os braços alcançam. Algumas vezes nem isso.
É pouco para tão grande sentimento!


Melhor seria se o nosso amor fosse do tamanho da cauda dos dinossauros.
Melhor ainda seria se o nosso amor não tivesse limites!

Apesar dos dinossauros terem sido as maiores e mais fortes criaturas da sua época, desapareceram, pois não se adaptaram as mudanças.

É bom saber que todos temos uma chance, pois não somos dinossauros!




Carlos Lucchesi

Braços de Dinossauro

Voltar