Carlos Lucchesi

Voltar



Um Amor que não se realiza na cama,
É verdade sem certeza,
Noite de Natal sem ceia sobre a mesa.

É pintor sem pincel,
Abelha sem seu favo de mel.

É chato como torneira que pinga sem parar,
Ou carro que nunca quer pegar.

Um Amor que não se completa na cama,
É mulher sem perfume,
Noite no sertão sem o piscar do vaga lume.

É tão difícil de se imaginar,
Quanto mulher sem vaidade,
Ou uma segunda-feira,
Sem engarrafamento no centro da cidade.

É salário sem aumento,
Beata sem juramento.
Poeta sem lápis e papel,
Parque de diversão sem o carrossel.

Um Amor que não se divide na cama,
É ferida que não dói,
Filme sem herói,
Colo de mãe sem carinho,
Pássaro sem seu ninho.
É luz que não ilumina,
É febre alta que não desatina,
Alucinação que não alucina.
É novela sem final feliz,
Ou platéia que nunca pede bis.

Um Amor que não acontece na cama,
É mulher que caminha desajeitada,
Palhaço que não sabe dizer coisa engraçada,
É começo sem fim,
Flores sem jardim.

Um Amor que não explode na cama,
É conversa sem nada pra dizer,
É noite que nunca vai amanhecer!












Cama e Amor
























































r