Um Amor que Nunca Esquece

Pegadas do chão que ainda piso,
Meu sonho,
Meu único sorriso,
O diamante mais raro,
Mais desejado,
Que só se encontra uma única vez.

Não poderia te perder sem nunca tê-la tido
Nem abrir mão de você sem jamais lhe ter possuído.
Fonte que teima e não seca,
Semente que se ergue,
Na mais densa das florestas,

Vida em solo árido,
Caminhos desencontrados,
Decepção anunciada,
Partida sem esperança de chegada.

Incompreensão desmedida,
Anos da  minha vida.
Amor que resistiu ao tempo,
Com tanto pouco tempo para amar.

Pensei que esqueceria,
Mas renascestes e sobrevives,
Com a luz de cada novo dia.

Como não pensar em você, se ainda te amo?
Se é a tua lembrança,
Que me faz perder o sono.

Quando não mais existir,
Você sobreviverá,
Nas coisas que escrevi.

Serás em toda esta longa história,
O pior dos meus fracassos,
E a minha maior vitória.

 

 



                



Carlos Lucchesi






Voltar